Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial UPs - Unidades de Pesquisa UP Produção de Grãos no Planalto Central

UP Produção de Grãos no Planalto Central

Planaltina de Goiás - GO

 Veja a localização da UP: Milho_soja

 
Fazenda Lambary, em Planaltina de Goiás – Go, localizadas entre as latitudes sul 15°19’22,3824’’e 15°19’48,9108’’ e entre as longitudes oeste 47°37’29,4564’’ e 47°37’57,0108’’, em talhão de produção de grãos de com rotação soja/milho+braquiária, com ações coordenadas localmente pela Embrapa Cerrados e Embrapa Milho e Sorgo.
 
Milho1Esta unidade piloto (UP) está implantada na Fazenda Lambary, em Planaltina de Goiás – GO, focando um talhão de cerca de 50 hectares de cultivo de soja e milho + braquiária em rotação, sob sistema de plantio direto. 
 
São realizadas avaliações anuais, espacializadas, de diferentes variáveis. São obtidos mapas de produtividade de grãos, mapas de atributos da fertilidade do solo, condutividade elétrica do solo, danos por nematóides e imagens aéreas. A avaliação da produtividade de grãos é feita com a utilização de sensores e GPS acoplados à colhedora automotriz. 
 
Amostras de solo e planta são coletadas segundo uma grade amostral com malha de 1 hectare. A partir dos mapas que expressam a variabilidade espaço temporal de componentes da fertilidade do solo, é realizado o manejo sítio-específico do talhão, por meio da aplicação de calcário e fertilizantes a taxas variáveis. Ao longo do tempo, espera-se aferir e validar os métodos de monitoramento empregados, tendo em vista a eficiência técnica e econômica dos procedimentos envolvidos.
 
Esta atividade de pesquisa, está ligada ao Projeto Componente “Caracterização, monitoramento e manejo da variabilidade espaço temporal em sistemas de culturas anuais”  (AP para culturas anuais), o qual visa integrar os efeitos da variabilidade espaço temporal de fatores de solo e de fatores bióticos sobre o desenvolvimento e produtividade das culturas, de modo a subsidiar e aprimorar a tomada de decisão em relação à utilização de técnicas de manejo localizado, de acordo com o histórico de informações espacializadas dos talhões de produção. Em decorrência das atividades de pesquisa desenvolvidas em parcerias, este projeto vem contribuindo para a formação de recursos humanos e para o esclarecimento de usuários atuais e potenciais da AP em culturas anuais. Os resultados obtidos serão utilizados para definir critérios e boas práticas, bem como difundir e respaldar tecnicamente a AP entre produtores, extensionistas, técnicos, prestadores de serviço e estudantes com atuação ligada ao tema.
 
 



Imagens do local:



Parceiros: CampoFazenda Lambary
 
Para saber mais sobre a UP: Agricultura de Precisão: um novo olhar
 
Ações do documento